São Luiz RioMar

6 benefícios do café para melhorar o treino e a dieta

Além de acelerar o metabolismo, melhora a circulação sanguínea e libera endorfina

14 de abril de 2015
FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

No dia mundial do café, a equipe da Saúde Fortaleza está prestes a lhe contar tudo o que você precisa saber sobre a bebida mais consumida do mundo e como ela pode, de fato, fazer você emagrecer e melhorar seu rendimento nos treinos! Para isso, a nutricionista Ticyana Falcão vai dar algumas dicas para ajudar nessa missão.

1 – Termogênico natural

Como a maioria de nós já sabemos, o principal ativo do café é a cafeína. Ela possui a capacidade de aumentar a velocidade do metabolismo humano em até 20%, promovendo uma maior queima da gordura corporal.

2 – Gordura como fonte de energia

A bebida aumenta a resistência de atletas em exercícios de longa duração. Ela preserva o glicogênio (fonte de carboidratos no nosso corpo) e obriga o corpo a utilizar a gordura corporal como fonte de energia.

3 – Café verde: muito mais cafeína

FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

Ainda mais potente que o café preto (que perde boa parte da cafeína ao ser torrado), o grão verde é o próprio café em natura que, por não ser torrado, possui duas vezes mais cafeína, além de ter mais propriedades antioxidantes. Pela grande concentração da substância e pelo gosto muito forte, ele é mais encontrado na forma de cápsulas. Aposte!

4 – Melhore sua performance

Basta uma xícara antes do treino que a cafeína pode potencializar a sua performance, independente se for para treino de hipertrofia ou aeróbico. Porém, atenção: não é recomendável consumí-la após o treino, isso porque pode inibir o desenvolvimento do músculo.

5 – Menos fadiga, mais carga!

A bebida melhora a circulação sanguínea, libera endorfina e adrenalina, dando maior explosão, reduzindo a sensação de fadiga. A tendência subconsciente é de um aumento da força muscular, possibilitando maior grau de carga e repetições.

FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

6 – Sem dor, com ganho

Estudos publicados no Jornal da Dor (março de 2007) apontaram que duas xícaras de café uma hora antes de ir a academia podem ajudar a amenizar dores musculares pós treino em mais de 48%. Nas pesquisas, ao ser comparado com alguns tipos de anti-inflamatório, o café apresentou 30% de redução das dores enquanto os medicamentos apontaram 25%.

Quando tomar?

De acordo com Ticyana Falcão, o momento ideal para fazer o consumo do café é antes do treino ou em horários em que a taxa de cortisol esteja baixa. “O nosso hormônio do estresse, chamado cortisol, já faz o efeito de estimulante do SNC que o café proporciona. O horário em que o cortisol está baixo seria entre as 10h e 15h em média. Tomar cedinho como é de costume não é necessário, pois às 6h da manhã temos o pico de cortisol”, explica.

Os benefícios são muitos, mas não vá sair por aí tomando café aos baldes. Lembre-se que tudo em excesso é prejudicial a saúde. “Além disso, a bebida possui contraindicação para pessoas com problemas gástricos, enxaquecas, labirintite e hipertireoidismo”, alerta a nutricionista. E pra te ajudar a incluir o café na rotina, preparamos uma receita deliciosa de Cappuccino proteico gelado.

Colaboração

Ticyana Falcão
Nutricionista

Serviço

Rua Barbosa de Freitas, 1990.
Tel: (85) 3055-0505

 

 




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: