SEGOV ABRIL 2022

Semana de Mobilização para Doação de Medula Óssea começa nesta segunda (14)

Saiba como participar e doar sangue e medula óssea

14 de dezembro de 2021
O Ceará é o estado com maior número de voluntários cadastrados para doação de medula das regiões Norte e Nordeste. (Foto: reprodução)

O Ceará é o estado com maior número de voluntários cadastrados para doação de medula das regiões Norte e Nordeste. (Foto: reprodução)

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), celebra, entre 14 e 21 de dezembro, a Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea. De acordo com a entidade, o objetivo é reforçar, junto aos voluntários já cadastrados, a importância de manter os dados atualizados. O Hemoce já cadastrou mais de 219 mil pessoas como possíveis doadores. O Ceará é o estado com maior número de voluntários cadastrados para doação de medula das regiões Norte e Nordeste.

> Projeto de lei prevê obrigatoriedade de comprovante vacinal em repartições e prédios públicos

Durante o período, a unidade vai agradecer aos voluntários cadastrados e doadores de medula óssea, além de alertar a população sobre o cadastro consciente. No dia 21 de dezembro, o hemocentro encerra a semana com homenagens e entrega das medalhas de reconhecimento àqueles que ajudaram a salvar vidas e levaram esperança a pacientes que estavam à espera de um doador compatível.

> Fortaleza reduz intervalo da terceira dose contra Covid-19 para quatro meses

“Queremos agradecer a todos os voluntários que já se cadastraram como possíveis doadores. Com o apoio deles, tivemos uma boa representatividade no número de cadastros em 2021. Lembramos também às pessoas que já se cadastraram e mudaram de endereço ou número de telefone que atualizem os seus dados. A alteração pode ser feita pelo aplicativo do Registro Nacional dos Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome)”, destaca Nágela Lima, coordenadora de Captação de Doadores do Hemoce.

Coleta de medula óssea

Além de cadastrar os doadores, o Hemoce coleta células para transplantes de medula óssea em pacientes do Ceará e de outros estados e países. Este ano, a unidade já realizou sete procedimentos. Desde 2012, foram realizadas 86 coletas, sendo 49 para transplantes de medula óssea em outros estados e 37 em outros países (Argentina, Estados Unidos, Canadá, Itália, França, Portugal e Holanda).

Doação

A doação de medula óssea ocorre quando o voluntário cadastrado é compatível com o paciente que necessita do transplante. A chance de encontrar a compatibilidade é de uma para cada 100 mil. A doação pode ser feita de duas maneiras: por punção direta na região da bacia, procedimento que leva cerca de 40 minutos; ou por coleta na veia do braço, com um equipamento chamado de máquina de aférese.

Cadastro

Para se cadastrar, o voluntário precisa ter entre 18 e 35 anos de idade, estar saudável, não ter sido diagnosticado com câncer alguma vez e apresentar um documento de identificação oficial com foto. O doador também preenche uma ficha com dados pessoais e tem coletada uma amostra de 5 ml de sangue. Os voluntários já cadastrados devem ficar atentos para o caso de serem convocados e atualizar os dados quando houver mudança de endereço e telefone.

Locais de cadastro em Fortaleza:

– Sede do Hemoce (Av. José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo)

– Praça das Flores (Av. Desembargador Moreira, s/n – Aldeota)

– Shopping Parangaba (Av. Germano Franck, 300 – Parangaba)

– Instituto Dr. José Frota (IJF) (Rua Barão do Rio Branco, 1816 – Centro)

No Interior, os doadores podem se cadastrar nos hemocentros regionais de Sobral, Quixadá, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: