São Luiz RioMar

O poder dos alimentos na prevenção do câncer de mama

Com a ajuda da médica Maryna Landim, listamos alguns para você incluir na alimentação.

11 de outubro de 2016

Câncer de mama é o tema da campanha Outubro Rosa, um mês voltado para a conscientização da prevenção dessa doença. O auto-exame e a mamografia são importantes no diagnóstico precoce, pois, quando descoberto no início, o tratamento e controle da doença é bem mais fácil, com menos danos físicos e a longo prazo. Mas a prevenção continua sendo a forma mais natural e efetiva.

Pesquisas recentes sobre fatores genéticos na causa do câncer de mama indicam um percentual de apenas 10-15%. Isto significa que de 85-90% dos casos são decorrentes de fatores não genéticos, modificáveis, ou não, como: idade, hábitos alimentares, estresse, atividade física, uso de estrogênios sintéticos, como pílula anticoncepcional, idade da primeira menstruação, peso corporal, entre outros. Esses fatores modulam a pré-disposição genética, ou seja, expressam positivamente as células a favor do câncer. A verdade é que existem três causas de desarranjo metabólico no nosso corpo que o deixa propicio ao câncer.

Após vencer câncer linfático, médica cearense funda grupo para apoiar outras vítimas da doença
Conheça os alimentos com FPS e que previnem até o câncer
Outubro Rosa: conheça 5 tipos de alimentos para prevenir o câncer de mama

 

Causas de desarranjo metabólico

 

– Intoxicação;
– Conflitos emocionais;
– Desnutrição.

Agindo de forma preventiva vamos falar um pouco como os alimentos podem ser nossos aliados para a vida toda. Primeiro é preciso entender que alimentação é diferente de nutrição. Um pão com mortandela, por exemplo, é um alimento, mas será que ele está te nutrindo? Os nutrientes vêm de alimentos saudáveis, vindos da natureza, isentos de industrialização e ricos em vitaminas e minerais.

Segundo a médica Maryna Landim, existem diversos alimentos que ajudam na prevenção e também no combate ao câncer de mama. Com a ajuda dela, vamos destacar os mais importantes e fáceis de incorporar no dia a dia.

 

Alimentos que podem ser nossos aliados

 

Câncer de mama

Crucíferas

1. Crucíferas: brócolis, couve-flor, nabo, repolho. Possuem fitonutrientes que ajudam a diminuir hormônios proliferativos e neoplásicos. Ótimas opções para saladas.

2. Frutas vermelhas: amora, framboesa e etc. Possuem fitonutrientes que retardam o crescimento de células pré-malignas e evitam a formação de novos vasos sanguíneos que poderiam aumentar o tumor. Dica: introduza no seu café da manhã ou lanches.

3. Pimenta do reino e açafrão (curry, cúrcuma): com ação anti-inflamatória e antioxidante, evita formação de novos vasos sanguíneos. A cúrcuma é mencionada nos tratados médicos da Ìndia, da China, e do Oriente Médio há mais de 2 mil anos. Atualmente, em idade idêntica aos ocidentais, os indianos têm oito vezes menos cânceres de pulmão, nove vezes menos câncer de cólon, cinco vezes menos câncer de mama e dez vezes menos câncer de rim.
Dica: misture um saquinho de açafrão com meio saquinho de pimenta-do-reino e dissolva em azeite de oliva até formar uma pasta. Utilize em saladas, sopas, temperos, carnes, feijão, arroz, etc.

Câncer de Mama

Romã

4. Romã: a Associação Americana para Pesquisa sobre Câncer, mostrou que romãs inibem a ação da enzima aromatase que é resposável pela produção excessiva de estrogênio cancerígeno. Além disso, o óleo de sementes de romã e os polifenóis do sumo retardam a oxidação e a síntese de fatores inflamatórios, inibindo a proliferação e invasão de células do câncer de mama, promovendo sua morte celular. Dica: ótimo para acrescentar nos sucos, fazer chás ou mesmo comer as frutinhas.

5. Cenoura: vegetal rico em betacaroteno que protege o DNA das células, evitando a oxidação e a formação de radicais livres. Uma pesquisa feita pela Harvard School of Public Health, nos Estados Unidos, acompanhou 12 mil mulheres, nas quais 5.700 tinham câncer de mama e 6.300 eram saudáveis. O consumo de duas porções desse vegetal por dia reduziu o risco de desenvolver a doença em até 17%. Dica: cenoura combina com tudo, no arroz, no feijão, na salada, na sopa.

Mas gente, uma coisa muito importante. Prefiram sempre alimentos orgânicos e frescos, livres de agrotóxicos, pesticidas e embalagens plásticas.

 

Serviço

 

maryna-landim

Dra Maryna Landim

 

 

 

 

 

 

Médicina Preventiva e Integrativa
Prtática Ortomolecular e Longevidade Saudável
(85) 3099-0452 | (85) 98203-4545




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: