Greenlife Academias 2022

Primeiro menor de idade a fazer cirurgia bariátrica no Ceará perde 70 kg

Hoje, Bruno esbanja saúde com seus 60 kg

11 de junho de 2015
Depois com -70kg!

Hoje, com 60 kg, Bruno teve de volta autoestima e qualidade de vida FOTO: Reprodução/Instagram

O administrador Bruno Mesquita (@brunomesquitha), de 23 anos, não aceitava o corpo que tinha. Os 130 kg, a dificuldade de andar e os problemas de saúde já diagnosticados foram o empurrão que estava faltando para que ele mudasse o estilo de vida e tomasse uma grande decisão quando ele tinha apenas 17 anos.

“Realizei a cirurgia bariátrica há 6 anos. Fui o primeiro menor de idade a realizar o procedimento no Estado do Ceará. Posso dizer que estou realizado e que foi a melhor decisão que eu tomei na vida. Não falo isso apenas pela estética, mas pela qualidade de vida que passei a ter”, comenta.

Bruno era magro quando criança e essa era a grande preocupação de sua mãe, que passou a introduzir na alimentação dele remédios para abrir o apetite. “Ocorre que minha mãe me deu três frascos e desde então passei a comer desesperadamente”, relembra.

Com o passar dos anos, o sedentarismo, os maus hábitos e a alimentação desregulada começaram a tomar conta da sua rotina e prejudicar a saúde. A cirurgia, então, foi o primeiro passo rumo a uma nova vida.

Foto do antes, com 130 kg.

Foto do antes, com 130 kg.

Treino e alimentação também foram fundamentais

Para colocar tudo no lugar após enxugar 70 kg, Bruno mantém uma rotina de treinamento funcional, aeróbico, musculação e acompanhamento e planejamento nutricional mensal. Além disso, devido a grande perda de peso, também foi indicado a fazer uma cirurgia plástica reparadora no abdômen (abdominoplastia) e lá se foram mais 3,5 kgs embora só de excesso de pele.

“Redução, lipo e plástica não é e nem será cura e nem a solução pra nada. Claro que dá aquela ajuda, mas sem força de vontade e determinação eu engordaria tudo de novo, como acontece com várias pessoas”, conta. “Manter hábitos saudáveis e ter uma rotina diária de treinos não é fácil, é estressante devido ao trabalho e estudos. Mas basta olhar para minha foto de antes e nunca mais querer ter a mesma vida limitada do passado, é o que me dá forças para seguir em frente”, ressalta Bruno.

 




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: