São Luiz RioMar

Intestino: seu segundo cérebro

Cuide bem desse órgão e evite doenças como depressão e transtornos de ansiedade

18 de julho de 2018
intestino

Sistema intestinal: mais poderoso do que você imagina

O intestino é muito mais do que um órgão por onde a comida passa e o que não é absorvido se transforma em fezes. Ele funciona como um sistema próprio onde seus milhões de neurônios controlam o trato gastrointestinal até mesmo se as interações com o sistema nervoso central forem interrompidas. Por isso, o intestino é tão poderoso e considerado o “segundo cérebro”.

Intestino: mais poderoso do que você imagina

Estudos apontam que a saúde da flora intestinal interfere diretamente nas alterações de humor e doenças como depressão e transtornos de ansiedade. Diversas substâncias que funcionam como neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar e felicidade são produzidas no trato intestinal e por isso a conexão cérebro x intestino é tão importante.

> Alimentação no combate à candidíase

> Pílulas anticoncepcionais e os riscos para a saúde

> Novo DIU de prata chega em Fortaleza

> Tireoide: saiba como cuidar dessa glândula 

De acordo com a médica ortomolecular Tayná Athayde,”90% da produção da serotonina é produzida no intestino e se ele não estiver funcionando bem, os riscos de ocorrência de depressão e ansiedade podem aumentar consideravelmente”.

Um intestino saudável influencia na longevidade, para isso a dieta e o estilo de vida são essenciais para a manutenção do órgão.

A médica ortomolecular afirma que a qualidade da flora intestinal pode fazer a diferença entre a doença e a saúde. Portanto, opte por uma alimentação mais saudável e prefira comidas mais naturais. Assim, o órgão irá absorver apenas nutrientes e não ficará inflamado. A inflamação do intestino provoca uma reação em cadeia que pode se transformar em constipação, síndrome do intestino irritável e colite. O corpo todo sente os efeitos.

A médica alerta que é importante salientar que se a alimentação estiver inadequada, as bactérias do intestino também vão ser diferentes e deixar toxinas pelo corpo e que podem causar diversas doenças, desde Cândida até desequilíbrios hormonais.

Dica de profissional:

– Opte por uma alimentação mais saudável;
– Hidrate-se sempre;
– Coma mais frutas e vegetais e reduza os carboidratos simples e refinados como pão, bolo e bolachas;
– Invista em lactobacillus para melhorar a flora intestinal;
– Evite os doces, leite e derivados e produtos industrializados.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: