Indaiá 3

Saiba os efeitos do excesso de açúcar no organismo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda cortar pela metade consumo de açúcar para evitar problemas de saúde

18 de janeiro de 2017

excesso de acúcar

O consumo de açúcar branco em excesso, assim como doces em geral, traz grandes problemas ao organismo e pode se tornar um vício. Resistir a vontade de comer um chocolate, uma cocada e tantos outras gostosuras doces não é tarefa fácil. Além do sabor agradável, o doce causa sensação de prazer e satisfação. Para quem está seguindo uma dieta evitar doces e refrigerantes é mais difícil ainda. Evitar doces, no entanto, não deve ser apenas uma tarefa para quem está em uma dieta. O açúcar presente nessas comidas e bebidas é prejudicial para a saúde. Em excesso, o açúcar traz uma série de problemas para o organismo. É preciso estar atento aos alimentos com alto teor de açúcar e evitá-los e / ou subsitituí-los.

Quando consumido de forma ideal, o açúcar, que é um carboidrato, produz energia rapidamente, tanto para os músculos quanto para o cérebro. Porém, os doces têm muitas calorias e são ricos em gordura. Após serem consumidos dão energia ao organismo, porém quando a quantidade ingerida é exagerada, o excesso de doce é revertido em tecido adiposo (gordura).

“Loop infinito do açúcar”:

Quando ingerimos açúcar, as regiões cerebrais de prazer e recompensa são ativadas. O cérebro libera dopamina, substância que causa prazer. A glicemia despara. Em seguida, a Insulina é liberada em grande quantidade provocando uma redução de glicose no sangue. Dessa forma a Insulina elevada causa o acúmulo de gordura.

É durante esse processo que acontece os sinais de abstinência da falta de açúcar no corpo. Da mesma forma que a glicemia subiu no começo do processo , ela despenca e sem açúcar o corpo começa a “pedir” mais doces e é a partir dai que acontece a compulsão alimentar.

O perigo do excesso de ingestão do acúcar é tão sério que até a Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2015 recomendou cortar pela metade consumo de açúcar para evitar problemas de saúde. Segundo a OMS, o excesso de “açúcar livre” causa sobrepeso, obesidade entre outras doenças. De acordo com o estudo apresentado pela OMS, a quantidade de açúcar livre, que são os monossacarídeo (como glicose e frutose) e dissacarídeo (como sacarose), não deve passar de 10% do consumo diário de energia de um indivíduo. O estudo ainda comprovou que a redução para menos de 5%, equivalente a seis colheres ou 25 gramas por dia, proporciona benefícios ainda maiores para a saúde.

O chamado “açúcar livre” é adicionado artificialmente à comida ou bebida pelos fabricantes e também são encontrados naturalmente presentes em alimentos como mel e sucos de fruta. Vale lembrar que a grande parte do açúcar consumido atualmente está em alimentos processados que não necessariamente são muito doces, como o ketchup.

Em relação à compulsão por doce, o problema deve tratado com uma reeducação alimentar . Além de causar aumento de peso, o açucár em excesso causa danos ao coração, pancrêas , intestino e tanto outros órgãos.

Saiba como o corpo reage quanto ingerimos açúcar. Cuide-se. Não exagere nos doces e tente trocar açúcar cristal comum por opções mais saudáveis como o açúcar demerara ou mascavo. #saudefortaleza #doce #açúcar #zeroaçúcar #instadoce #revistasaudefortaleza #acucar #vidaleve #vidanatural #instafood #video #demerara #mascavo #vidasaudavel #alimentacaosaudavel #saude #saudavel #menosaçúcar #maissaude

Um vídeo publicado por Revista Saúde Fortaleza (@saudefortaleza) em

consumo frequente e em excesso de açúcar pode causar:

– Cáries nos dentes
– Obesidade
– Diabetes
– Câncer;
– Gastrite;
– Pressão alta
– Prisão de ventre;
– Miopia
– Acne

Dicas para diminuir o consumo de açúcar

Primeiro é importante ter consciência da necessidade de uma reeducação alimentar e saber .

  • Não fique mais de três horas sem se alimentar. Quando bate a fome a vontade por açúcar aumenta por ser a primeira fonte de energia rápida que vem à mente.
  • quando bater o desespero por chocolate, prefira o meio amargo ou amargo
  • corte o açúcar refinado da alimentação, pois é um produto sintético e com alta concentração de sacarose, além de ser cheio de aditivos químicos. Prefira açúcar mascavo ou demerara, que possuem maiores nutrientes e fornece a energia que o corpo precisa
  • corte biscoitos recheados. Prefira lanches mais saudáveis como frutas secas, que têm maior concentração de nutrientes e vitaminas e é livre de açúcares ruins
  • Coma alimentos integrais para ajudar a manter a glicemia mais estável
  • Prefira alimentos naturais e não os industrializados, pois esses têm maior concentração de açúcar artificial, que causam maiores danos ao organismo



QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: