São Luiz RioMar

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão: causas, sintomas e tratamentos

Hábitos saudáveis ajudam a evitar doença

26 de abril de 2018
A Hipertensão mata 300 mil brasileiros anualmente. (Foto: Banco de imagens)

A Hipertensão mata 300 mil brasileiros anualmente. (Foto: Banco de imagens)

Dia 26 de abril é celebrado o Dia Nacional de Combate a Hipertensão. A data simboliza a luta contra a doença e o alerta para a conscientização sobre o assunto.

> Gripe H1N1 (Influenza A): sintomas, prevenção e tratamento
Febre Amarela: tudo o que você precisa saber sobre a doença
> Gengibre: vilão ou aliado?
> Equilibre seu pH e livre-se de doenças

A hipertensão ou tensão alta é caracterizada pelo alto nível da pressão arterial. Quando a pressão arterial está acima dos 140 de máxima e 9 de mínima, popularmente chamado de “14 por 9 ”, já pode ser considerado um dos primeiros indícios da doença.

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), a hipertensão mata 300 mil brasileiros anualmente. São em média 820 mortes por dia, 30 por hora ou uma a cada 2 minutos. A pressão alta atinge 30% da população adulta brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade e 5% em crianças e adolescentes. Além disso, é responsável por 40% dos infartos, 80% dos acidentes vascular cerebral (AVC) e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

A SBH lançou este ano a campanha ‘Meça sua Pressão’. A iniciativa visa orientar sobre a importância de realizar sempre a avaliação da pressão arterial e como prevenir a hipertensão. A campanha reúne a Sociedade Brasileira de Hipertensão, Cardiologia e Nefrologia, e da Federação Nacional das Associações de Portadores de Hipertensão Arterial.

Em Fortaleza, uma ação será feita por médicos membros da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Serão realizadas avaliações de pressão arterial, nível glicêmico e colesterol total, de forma gratuita, na Praça dos Estressados, na Avenida Beira Mar, a partir das 7h. 

Causas

Os principais fatores que podem causar a hipertensão são sobrepeso e obesidade, alimentação com muito consumo de sal, estresse, sedentarismo, tabagismo e consumo excessivo de álcool. Em alguns casos, o fator hereditário também pode ocasionar a doença (indivíduos com pais hipertensos têm 30% de chances de também ser hipertenso).

Sintomas

A hipertensão é uma doença silenciosa que pode apresentar sintomas externos somente quando o problema já está grave, por isso é de extrema importância que sejam feitos exames para avaliar as condições de saúde sempre. A doença causa lesões que afetam o cérebro, os olhos, o coração e os rins. Os principais sintomas são:

  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Cansaço
  • Vômito
  • Dispnéia ou falta de ar
  • Agitação e visão borrada
  • Sangramento no nariz
Prevenção e tratamento

A melhor forma de prevenção contra a doença é ter uma vida saudável. Praticar exercícios físicos, ter uma alimentação equilibrada e não exagerar no consumo de sal e de bebidas alcoólicas, evitar o estresse e ter controle do peso são alguns dos hábitos que ajudam a evitar a hipertensão.

As mesmas dicas são válidas para controlar e baixar a pressão arterial. Manter um estilo de vida mais saudável também faz parte do tratamento de quem já sofre com o problema. Caso não tenha eficácia, é necessário introduzir medicação prescrita por um médico especialista na área. Os remédios para hipertensão são vasodilatadores. Alguns tem ação diurética, causando maior liberação de sal e água, o que ajuda a reduzir a reatividade dos vasos.

É possível controlar a pressão arterial desde que o paciente se comprometa a seguir o tratamento com os remédios e a adotar melhores hábitos de vida.

Alimentos que ajudam a controlar a hipertensão

Clara de ovo

Segundo uma pesquisa da Universidade Jilin, na China, a clara do ovo é rica em peptídeos, biomoléculas capazes de inibir uma enzima cuja tarefa é formar a angiotensina, substância que contribui para o estreitamento dos vasos e a elevação da pressão.

Chocolate

Uma pesquisa feita com mais de 800 participantes, concluiu que o doce contendo acima de 50% de cacau já pode reduzir a pressão arterial em até 3 mmHg. Opte por opções com maior porcentagem de cacau e coma com moderação!

Leguminosas

Leguminosas, como o feijão, possuem baixo índice glicêmico, prevenindo os picos de glicose. Com isso, também fica mais fácil controlar a pressão. Prepare sem adição de ingredientes industrializados para um melhor resultado.

Chá-verde

A bebida é rica em polifenóis, substâncias que atuam como aliadas contra a hipertensão, além de ter baixo valor calórico.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: