Indaiá 3

5 ajustes para dar um UP no seu treino

Acredite, os detalhes fazem a diferença!

30 de Janeiro de 2018
Ajustes no treino

Ajustes no treino

Um treino bem feito vai além do tanto de peso levantado. Atente-se para a forma que você está treinando!

> Overtraining: os efeitos do excesso de treino para a saúde
> Hábitos ruins que causam prisão de ventre
> Como manter a dieta durante o Carnaval
> Treino: 12 alimentos para turbinar seu rendimento

A Saúde Fortaleza separou 5 dicas para você turbinar o treino e manter uma rotina de exercícios saudável. Confira: 

Combine exercícios

Em vez de fazer um exercício de cada vez, combine dois deles para o mesmo músculo, intercalando as séries de um e de outro. Isso agiliza o ganho de massa, porque exige um pouco mais do músculo, potencializando o treino. Funciona basicamente para aumentar o estímulo muscular, pois recruta mais unidades motoras de movimento.

Volte a carga devagar

Na hora de erguer o peso, faça o movimento com máxima intensidade. Chegue ao limite e volte devagar. No retorno à posição de repouso, as fibras musculares sofrem microlesões, fazendo com que a recuperação leve ao aumento de músculos. Essa descida lenta contribui mais para a hipertrofia do que o movimento de contração.

Comece pelos músculos grandes

Isso exige maior esforço e os músculos pequenos atuam como auxiliares. Por exemplo: treine peito antes de treinar bíceps. Treine quadríceps antes de estimular os glúteos.

Os grandes grupos são a base da musculação, há neles o trabalho de um número maior de fibras musculares.

Combine aparelhos e peso livre

Os exercícios com peso livre, geralmente, são mais difíceis de serem executado, pois há uma maior exigência do equilíbrio, estabilização maior do core, força, resistência, amplitude de movimento e coordenação motora. Há uma maior utilização de grupos musculares para a execução do movimento, o que reforça mais o treino.

Hidratar é preciso!

A hidratação é importantíssima para manter a saúde dos músculos, pois ajuda na absorção dos nutrientes, quanto melhor absorvidos esses nutrientes, melhor será a hipertrofia. A ingestão de água deve ser feita diversas vezes e em pequenas quantidades durante o treino.

ATENÇÃO: Os ajustes são importantes para “bombar” seu treino, mas sempre procure a orientação de um profissional de educação física.

 




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: