Telesaúde

Microagulhamento é aposta para uma pele com aparência mais jovem

A redução de cicatrizes de acne, de rugas e de estrias também são indicações do tratamento

20 de setembro de 2016

microagulhamentoMicroagulhamento é um procedimento estético que promete reverter a aparência envelhecida da pele. Aparência que pode ser intensificada pelo surgimento de rugas, cicatrizes de acnes e flacidez, por exemplo. Por isso, a técnica tem atraído muita atenção das pessoas que apostam em tratamentos estéticos para cuidar da beleza da pele, especialmente, a pele facial.

> Pele ainda mais jovem e resultados já na primeira sessão
Tratamento específico para dar firmeza a pele
Ranking dos melhores aparelhos para rejuvenescer a pele

 

Microagulhamento

 

O tratamento é realizado com o auxílio de um equipamento chamado Roller, que tem cerca de 200 agulhas, facilitando a aplicação, e que geram microperfurações na pele. Estas microperfurações são responsáveis pela indução de um processo inflamatório no local, capaz de estimular os fibroblastos, que são as células responsáveis pela produção de colágeno local. Assim, toda a pele é reestruturada e beneficiada com a reorganização das fibras internas, provocando a diminuição de rugas, de cicatrizes de acne e resultando uma pele mais firme e mais renovada.

 

Indicações

 

– Redução do melasma;
– Redução de cicatrizes de acne;
– Redução de rugas;
– Redução/melhora de estrias;
– Melhora de poros e textura da pele;
– Redução de cicatrizes traumáticas e/ou cirúrgicas.

Segundo a fisioterapeuta dermato funcional Karla Bessa, de Fortaleza, a técnica de microagulhamento é essencial para recuperar principalmente peles com poros abertos ou com cicatrizes de acne. “As agulhas promovem uma ação de renovação da pele superficializando os orifícios gerados pela acne e diminuindo o efeito de poros abertos”, explica. Mas a técnica pode ser feita em qualquer lugar do corpo. Inclusive no couro cabeludo, para estimular a circulação sanguínea da região.

 

Contraindicações

 

– Infecção ativa como herpes no local ou outra infecção;
– Tendência à cicatrização com quelóides;
– Gestação;
– Imunossupressão.

 

Sessões

 

Em geral são feitas entre três e quatro sessões de microagulhamento, com intervalo de um mês entre elas, para recuperação da pele. Mas a quantidade de sessões e intervalo podem variar de acordo com a finalidade do tratamento e as características da agulha usada. Cada sessão dura, em média, de 30 minutos a uma hora.

 

Serviço

 

Karla Bessa
Fisioterapeuta Dermato Funcional
Harmony Medical Center
Av. Dom Luís, 1233 – Meireles – Fortaleza/CE
(85) 3262.7499




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: