Banner Granja Regina

Conscientização e combate ao preconceito no Dia Mundial de Combate à AIDS

A data procura informar sobre as formas de prevenção e os perigos causados pela doença

1 de dezembro de 2017
Dia Mundial de Combate à AIDS

O Dia Mundial de Combate à AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida): luta e conscientização.

O Dia Mundial de Combate à AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é lembrado hoje (1 de dezembro) como uma data que procura conscientizar a sociedade sobre uma das principais doenças da atualidade: a AIDS. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que em 2015, 1 milhão de pessoas tenham morrido por causas associadas à doença.

A data além de reforçar as informações e cuidados sobre os perigos, sintomas e formas de prevenção, tem a função de atuar no combate contra o preconceito que os portadores do vírus HIV sofrem.

> O que você precisa saber sobre AIDS e o vírus HIV

> Doenças sexualmente transmissíveis podem comprometer a fertilidade

Segundo a última pesquisa do Ministério da Saúde feita no final de 2016, 827 mil pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil atualmente. Desse total, 372 mil não estão em tratamento mesmo que 260 mil já sabem que estão infectadas, enquanto outras 112 mil não sabem que têm o vírus.A cada 100 mil habitantes brasileiros, 19 pessoas são portadoras de AIDS, o que notifica uma média de 40 mil novos casos ao ano.

Contágio

As principais formas de contágio são as relações sexuais sem o uso de preservativo e o compartilhamento de agulhas ou seringas. Na gravidez, caso a mulher possua HIV, pode passar o vírus para o bebê. As vias de transmissão podem ser sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno. Outras formas de contato como abraço, beijo ou aperto de mão NÃO transmitem a doença.

Prevenção

A camisinha é o principal preventivo contra a AIDS. Além disso, há uma outra estratégia utilizada em casos de risco. De acordo com dados divulgados pelo Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das DSTs, do HIV/Aids e das Hepatites Virais, a chamada Profilaxia Pós-Exposição (PEP) é usada prioritariamente para casos de violência sexual ou de exposição de risco ocasional.

O medicamento é gratuito e funciona como parte de um tratamento por meio da terapia antirretroviral (TARV) para evitar a multiplicação do vírus HIV no organismo. A eficácia da medicação é garantida para até 72 horas após a relação e precisa ser tomada durante o tratamento por 28 dias.

Confira a lista de serviços de atenção especializada em DST/AIDS no Ceará:

Hospital São José – HSJ
Rua: Nestor Barbosa, 315 Parquelândia Fortaleza/CE
Fone: (85) 3101-2320 / 3101-2319

Hospital Universitário Walter Cantídio – HUWC
Rua: Capitão Fco. Pedro, 1290 Rodolfo Teófilo – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3366-8168

Hospital Geral de Fortaleza – HGF
Rua: Ávila Goulart 900 – Papicu Fortaleza/Ce
Fone: (85) 3101-3178 / 3101-3189

Hospital Infantil Albert Sabin – HIAS
Rua: Tertuliano Sales, 544 – Vila União – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3101-4272

Hospital Gonzaga Mota de Messejana
Av: Washington Soares, 770 – Messejana Fortaleza/CE
Fone: (85) 3105-1590

Centro de Especialidades Médicas José Alencar – CEMJA
Rua Jacinto Matos, 944 – Bairro: Jacarecanga Fortaleza/CE
Fone: (85) 986881488 / (85) 997136769

Hospital Nossa Senhora da Conceição
Rua: 1080 nº 148 – 4ª Etapa do Conjunto Ceará – Fortaleza/Ce
Fone: (85) 3452-6718

Hospital Gonzaga Mota do José Walter
Av. D, 440 – 2ª Etapa do Conjunto José Walter – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3452-9393 / 3452-9399

Centro de Saúde Carlos Ribeiro
Rua Jacinto Matos, 944 – Bairro: Jacarecanga – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3283-4556

Serviço de Atenção Especializada – Christus
Av. Padre Antônio Tomás, 3380 Aldeota – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3262-2373

Centro de Infectologia de Juazeiro do Norte
Rua Maria Amélia Bezerra nº72 Bairro: Timbaubas – Juazeiro do Norte/CE
Fone: (88) 3572-8283

Centro de Referência em Infectologia Francisco Luis da Costa
Rua Antonio Felix Ibiapina, 931 Bairro Coelce- Sobral/CE
Fone: (88) 3614-7251

Serviço de Assistência Especializada em DST/HIV/AIDS de Cascavel
Rua Santa Terezinha, 210 – Modulo Esportivo Cascavel/CE
Fone: (85) 3334-2835

Hospital Municipal Dr. Eduardo Dias
Rua Dragão do Mar, 819 – Centro – Aracati/CE
Fone: (88) 3446-2441

Hospital Municipal Dr; João Elísio de Holanda
Praça Henrique Mendes, s/n Centro Maracanaú/CE
Fone: (85) 3521-5533

Serviço de Atenção Especializada – SAE
Rua Clarindo de Queiroz, S/N, Centro – Quixadá/CE
Fone: (88) 9644-4800 / (88)9649-7500

Serviço Ambulatorial Especializado – SAE de Russas
Rua monsenhor João luiz, nº 41 – Centro Russas/CE
Fone: (88) 3411-8418

Serviço Ambulatorial Especializado – SAE Conviver
Rua: Edson da Mota Correia, 420 Centro – Caucaia
Fone: (85) 3342-4174

Núcleo de Atenção Médica Integrada – NAMI
Av. Desembargador Floriano Benevides, 221 – Edson Queiroz- Fortaleza
Fone: (85) 3477-3626

Serviço de Atenção Especializada – SAE de Brejo Santo
Avenida Dionísio Rocha de Lucena S/N – Centro – Brejo Santo
Fone: (88) 3531-1830

Serviço de Atenção Especializada – SAE Anastácio Magalhães
Rua Delmiro de Farias, 1679 Rodolfo Theofilo – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3433-2560

Hospital da Mulher
Av. Lineu Machado, 155 – Jóquei Clube. Fortaleza/CE
Fone: (85) 3332-5320/ 3233-3954/ 3233-3019

Centro Municipal de Infectologia
Rua José Carvalho, 370 – Centro- Crato /Ceará
Fone: (88) 9947-0724

Centro de Saúde Escola Meireles
Av Antonio Justa, 3113 – Meireles – Fortaleza/CE
Fone: (85) 3101-1442/1446




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: