Indaiá 3

Antes e Depois inspirador: 85 kg a menos sem cirurgia

Dedicação e foco foram os principais aliados para a mudança

21 de janeiro de 2018
Antes e depois do Júnior Bandeira

Antes e depois do Júnior Bandeira.

Antes e depois. Após perder 85 kg em 1 ano e 5 meses, as mudanças na vida de José Alberto Bandeira Júnior, 37 anos, são impressionantes. O comerciante saiu do quadro de super obesidade mórbida para um estilo de vida saudável e inspirador.

> Antes e Depois: menos 18 kg em um ano
> Treino: 12 alimentos para turbinar seu rendimento
> 30 quilos a menos e uma vida transformada
> Alimentos processados e ultraprocessados: entenda a diferença!

Em 2016, Júnior sofria com hipertensão e esteatose hepática, doença caracterizada por muito acúmulo de gordura no fígado que compromete a funcionalidade do órgão. Inicialmente, a ideia era fazer uma cirurgia bariátrica, mas ele mudou de ideia ao se consultar com uma nutricionista.

“Como eu pesava muito, minhas pernas começaram a inchar. Foi quando eu decidi fazer a cirurgia bariátrica. Fui à uma clínica, procurei profissionais e consegui os laudos médicos para fazer o procedimento. Porém, me consultei com uma nutricionista, a Dra. Raquel. e ela me passou uma dieta. Consegui perder muito peso, vi que dava pra seguir a dieta e não fazer a cirurgia. Cortei massas, refrigerante, muito carboidrato. Só com dieta perdi 20 quilos”, conta o comerciante.

Todo o processo de Júnior foi acompanhado pela nutricionista Raquel Pessoa (nutricionista premiada no Profissionais da Saúde 2017) . A profissional considerou seguir com a dieta depois de ver um resultado tão bom em tão pouco tempo e não fazer mais a cirurgia. “Ele estava tão obeso que precisava emagrecer para a cirurgia, aí nós começamos o tratamento. Passei um plano alimentar e quando ele foi fazer a revisão, tinha emagrecido mais de 10 kg em um mês. O resultado foi tão  impressionante que nós resolvemos fazer a experiência de continuar”, conta a nutricionista.

Antes e Depois Junior Bandeira: à direta, Júnior com obesidade mórbida. À esquerda, Júnior com a nutricionista Raquel pessoa.

Antes e Depois Junior Bandeira: à direta, Júnior com obesidade mórbida. À esquerda, Júnior com a nutricionista Raquel pessoa.

Hábito que virou rotina

Para que o processo de emagrecimento fosse alcançado com sucesso, era preciso adequar dieta e exercícios. Foi quando a rotina de Júnior mudou totalmente. Com vergonha de sair à rua pra caminhar, ele decidiu fazer seus exercícios em casa. “Para aliar à dieta, comecei a caminhar dentro de casa. Além de ser muito pesado e não conseguir andar muito, tinha constrangimento de sair de casa pra caminhar. Comecei a fazer todo dia e fui me adaptando. Hoje consigo fazer 40 minutos de caminhada e musculação, 2h30min de atividade física todo dia. Criei um hábito. No dia que não vou, não me sinto bem”, afirma Júnior. 

 

Antes e depois do Júnior Bandeira.

As transformações no corpo de Júnior.

O processo de emagrecimento, aliado de uma dieta e uma rotina de exercícios, foi considerado um caso de muito sucesso para a nutricionista. De acordo com a nutricionista, até o momento, não há conhecimento de nenhum outro caso de perda de tantos quilos sem cirurgia no Ceará.

Para que o emagrecimento saudável fosse alcançado, a nutricionista conta como foi o acompanhamento do comerciante. “Usei com ele algumas estratégias de reeducação alimentar e mudança de estilo de vida, com base nas escolhas inteligentes. Criamos alguns objetivos para ele cumprir na parte da alimentação e atividade física, como ir ao trabalho a pé e usar menos o carro. Ele usou alguns fitoterápicos e foi reduzindo até que conseguimos derrubar mais de 80 kg sem a cirurgia bariátrica”, relembra.

A nutricionista garante: o comprometimento de Júnior com o tratamento foi essencial para a transformação. “O que contribuiu muito foi ele manter as avaliações regulares. Todo mês ele era avaliado e isso fazia com que ele tivesse mais motivação. Isso criou um vínculo muito próximo entre nutrição e paciente. Ele não saiu da linha, seguia a dieta até nos fins de semana”, reforça.

> Antes e Depois da Ju Pontes (menos 14 quilos)

> Antes e Depois de Carina Salgado (menos 21 quilos) 

> Antes  e Depois de Larissa Feitosa (menos 18 quilos) 

 

Autoestima

Júnior sofria muito com baixa estima e as limitações físicas causadas pela obesidade mórbida. Hoje, ele se alegra em ver as mudanças e se energiza quando reconhecem seu o esforço. “Tudo mudou, principalmente a autoestima. É muito bom quando as pessoas falam contigo, procuram saber o que você fez pra estar desse jeito. Passei por situações muito ruins. Não conseguia amarrar o cinto do avião, por exemplo. Mas tudo me motivava. Aí quando comecei a perder peso e as pessoas reconheciam, aquilo me dava um gás a mais para não voltar ao que era antes”, declara.

Obesidade mórbida

É considerada obesidade mórbida a condição em que o acúmulo de excesso de gordura no corpo é diretamente relacionado ao risco acentuado de doenças. O critério para avaliar inicialmente o nível de obesidade é o Índice de Massa Corporal (IMC), valor obtido dividindo-se o peso pelo quadrado da altura de uma pessoa.

De acordo com o a média do IMC:

  • Menor que 18,5 = abaixo do peso
  • Entre 18,5 e 24,5 = peso normal
  • Entre 20 e 29,9 = sobrepeso
  • Entre 30 e 34,9 = Obesidade Grau I ou leve
  • Entre 35 e 39,9 = Obesidade Grau II ou moderada
  • Acima de 40 = Obesidade mórbida

A obesidade mórbida é considerada uma doença crônica multifatorial, ou seja, tem a propensão de durar um longo período e está relacionada a fatores como predisposição genética, desordens glandulares ou gastrintestinais, alterações nervosas e psicológicas.

Emagrecer com saúde

Além do comprometimento em mudar, José Alberto seguiu cada orientação nutricional e foi, gradativamente, fazendo atividades físicas. Ele conta como é seu plano alimentar e destaca que segue uma rotina de exercícios físicos.

Cardápio

Café da manhã

1 tapioca (sem coco), com chia e uma fatia de queijo + café com leite desnatado e adoçante

Lanche (manhã)

Fruta (abacate, banana, maçã, abacaxi)

Almoço

Muita salada verde (alface, cenoura, beterraba) + 2 colheres arroz integral (pode ser macaxeira ou batata doce) + 1 colher de feijão + proteína (frango, omelete, filé de peixe ou ovo cozido) 

Pré e pós treino

BCAA

Jantar

Sopa de legumes com peito de frango

Ceia

Mingau de aveia + copo de leite desnatado, bebida com lactobacilos vivos ou biscoito integral

Alerta! Vale ressaltar que cada pessoa tem suas particularidades, portanto, cada plano alimentar deve seguir características individuais.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: