mídia de fevereiro da Prefeitura de Fortaleza.

O que você precisa saber sobre métodos contraceptivos na menopausa e climatério

Cuidados que toda mulher deve ter na hora de escolher o método contraceptivo durante período de transição hormonal

23 de março de 2024

Durante a menopausa a mulher tem uma queda brusca na produção de estrogênio e de progesterona causado pelo processo gradativo do fim da ovulação, e como a gravidez acontece a partir da fecundação do óvulo, a chance de uma gestação natural nesse período é quase nula, porque mesmo que um óvulo chegue a ser fecundado, o útero não é capaz de manter um embrião de forma saudável por conta das baixas hormonais.

> Psicólogo dá cinco dicas para criar filhos emocionalmente fortes

Por outro lado, no intervalo entre a idade fértil e a menopausa, existe o climatério, e mesmo que nesse período de transição o ciclo da mulher se mostre irregular, ela continua ovulando, então, apesar de remota, a chance de uma gestação natural é possível. Se uma gravidez é indesejada, é recomendado o uso de métodos contraceptivos regularmente.

> HSJ implementa protocolo hospitalar que reduz risco de parada cardiorrespiratória

Porém, não são todos os métodos que são recomendados para mulheres que enfrentam essa fase de crise hormonal.

“Durante a menopausa, é natural que ocorra uma baixa significativa na produção de hormônios. Anticoncepcionais diminuem ainda mais a produção de hormônios essenciais, intensificando os desafios do climatério e da menopausa.” Pontua a médica ginecologista especialista em menopausa Dra. Beatriz Tupinambá.

Todos os tipos de métodos hormonais, incluindo pílulas e DIUs hormonais, devem ser evitados durante este período crítico da saúde feminina. Opte por métodos não hormonais, como a camisinha, e discuta alternativas seguras com um médico especialista no assunto.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:




LEIA MAIS:




COMENTE: