câmara julho

Teste de sangue detecta Alzheimer até 20 anos antes do primeiro sintoma

Pesquisadores acreditam que os exames possam estar disponíveis em até três anos

29 de julho de 2020

alzheimerArtigo divulgado na última terça-feira (28) sugere que Alzheimer, doença neurodegenerativa, poderá detectada por meio de testes de sangue até 20 anos antes dos primeiros sintomas da doença. O artigo com os resultados preliminares do estudo, desenvolvido pela Universidade de Lund, na Suécia, foi publicado na revista ‘JAMA’.

> Cientistas brasileiros desenvolvem pesquisa para prevenção do Alzheimer

> Escrita pode ser usada como ferramenta terapêutica

A pesquisa foi feita com 1.402 pacientes e identificou que, através de exame de sangue, a presença da proteína “fosfo-tau217”, pode diferenciar o Alzheimer de outros problemas neurodegenerativos.

Os testes de sangue mostraram que a proteína “fosfo-tau217″aumenta cerca de sete vezes quando há a presença de Alzheimer e, em indivíduos com o gene que causa a doença, a taxa dessa mesma proteína já começa a aumentar 20 anos antes do início do comprometimento cognitivo.

Os cientistas ressaltam que, mesmo com os bons resultados dos testes, ainda são necessárias pesquisas mais aprofundadas com populações mais diversas. Os pesquisadores acreditam que os exames possam estar disponíveis em até três anos.

Alzheimer não tem cura e o diagnóstico não é tão simples, por isso, identificá-la com antecedência permite um tratamento mais especializado para retardar o avanço da doença.

Mais de 45 milhões de pessoas vivem com demências no mundo. No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), são quase 2 milhões de cidadãos com demências, sendo cerca de 40 a 60% com o tipo Alzheimer.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: