Banner Granja Regina

Redução de estômago sem cortes é realizada em Fortaleza

O método é mais rápido e menos invasivo que a cirurgia bariátrica regular.

3 de agosto de 2017

Fortaleza é a primeira capital do nordeste a realizar redução de estômago sem cortes. Atualmente, apenas Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo realizam este procedimento no Brasil. O método de Gastroplastia Endoscópica, redução de estômago por endoscopia, é mais rápido e menos invasivo que a cirurgia bariátrica regular.

>Refrigerante diet pode aumentar risco de AVC e doença de Alzheimer, diz estudo
>Saiba os efeitos do excesso de açúcar no organismo

Procedimento

Criada há quatro anos, a técnica tem duração entre 40 e 50 minutos e é realizada por um aparelho acoplado ao endoscópio, dispensando a necessidade de cortes. O tempo de recuperação do paciente é reduzido, e a liberação ocorre em pouco mais de uma hora após a cirurgia. O procedimento foi provado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no final de 2016.

O médico Helmut Poti realizou os primeiros procedimentos no Hospital São Mateus com supervisão do médico Manoel Galvão Neto, responsável por implantar a técnica no mundo.

O método restritivo não interfere diretamente na absorção de nutrientes e tem poucas contraindicações. A recomendação é a partir de 12 anos, com maior precisão para níveis de obesidade grau I e II. O método é feito apenas de forma particular.

Obesidade

Segundo uma pesquisa realizada em 2016 pelo Ministério da Saúde, Fortaleza tem 56,5% de sua população com sobrepeso. No Brasil, os índices tem aumentado: passou de 11,8%, em 2006, para 18,9% em 2016. Para tratar de obesidade, é preciso aliar a cirurgia a uma mudança de hábitos alimentares. Um acompanhamento nutricional é requerido para manter uma boa alimentação.

O índice de obesidade aumenta com o avanço da idade. Entre os brasileiros de 25 a 44 anos, o indicador é alto: 17%. O excesso de peso também cresceu entre a população das capitais. Passou de 42,6% para 53,8% em 10 anos.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: