Banner Assembleia- novembro

Novembro Azul: sobre conscientização e combate ao câncer de próstata

A doença é considerada a segunda principal causa de morte por câncer em homens no Brasil

1 de novembro de 2019
Novembro Azul: campanha alerta para a prevenção contra o câncer de próstata e os cuidados com a saúde do homem. (Foto: Banco de Dados)

Novembro Azul: campanha alerta para a prevenção contra o câncer de próstata e os cuidados com a saúde do homem. (Foto: Banco de Dados)

Criada em 2003, na Austrália, inicia-se este mês a campanha mundial Novembro Azul, que visa o combate ao câncer de próstata. A doença é considerada a segunda principal causa de morte por câncer em homens no Brasil, tendo sido responsável por mais de 14 mil óbitos somente em 2018, segundo o Ministério da Saúde (MS). O número alarmante chama atenção para investir cada vez mais em ações de prevenção, além de reforçar a importância do diagnóstico precoce para a eficácia do tratamento. 

> Grupo ICC promove campanha unificada Outubro Rosa e Novembro Azul; confira a programação
> Novembro Azul: Prefeitura de Fortaleza inaugura Centro de Atenção à Saúde do Homem
> Outubro Rosa: uma campanha contra o câncer de mama e a favor da vida

Câncer de próstata

O tumor fica localizado na próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Entre os principais fatores de risco está a idade. Segundo o MS, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata no Brasil, nove têm mais de 55 anos. Histórico de câncer na família, sobrepeso e obesidade também são considerados fatores de risco. 

Sintomas
Principais sintomas do câncer de próstata.

Principais sintomas do câncer de próstata.

 

Na fase inicial, o câncer de próstata é silencioso e não apresenta sintomas aparentes. Quando alguns sinais começam a indicar o problema, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando o tratamento. Por conta disso, os cuidados com exames de rotina e a ida constante ao urologista são tão importantes. Os principais sintomas são:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Vontade de urinar com frequência;
  • Presença de sangue na urina e/ou no sêmen.
Prevenção sem medo

Prevenir é o melhor remédio contra o câncer. Mesmo na ausência de sintomas, a partir de 45 anos, os homens devem ir ao urologista regularmente. Caso haja qualquer alerta para a doença, o diagnóstico precoce é o pontapé inicial para o tratamento.

Apesar de ser um problema que afeta milhares de homens ao redor do mundo, o tabu em cima da discussão, principalmente do exame de toque, dificulta o diagnóstico e, consequentemente, o tratamento. 

Exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

Exame de PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer.

Caso tenha indicação de câncer após realizados esses exames iniciais, o paciente é encaminhado para a biópsia.  

Hábitos saudáveis
Cartilha sobre Câncer de Próstata. (Fonte: Instituto Nacional do Câncer/ INCA)

Cartilha sobre Câncer de Próstata. (Fonte: Instituto Nacional do Câncer/ INCA)

Além disso, manter uma dieta equilibrada, incluindo frutas, verduras e cereais, ajuda a diminuir os riscos da doença. Hábitos saudáveis como prática de exercícios físicos, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar também auxiliam na prevenção e no combate à doença. 

> Câncer: como a alimentação pode prevenir a doença
> Terapia inédita na América Latina pode ser a cura do câncer

Tratamento

Quanto ao tratamento mais adequado, o Ministério da Saúde afirma que vai depender do estado de saúde do paciente. Em casos de tumores de baixa agressividade, há a opção da vigilância ativa, na qual periodicamente se faz um monitoramento da evolução da doença, intervindo se houver progressão desta.

Segundo lista feita pelo INCA, hospitais integrados ao Sistema Único de Saúde (SUS) oferecem tratamento para câncer em Fortaleza são:

Centro de Atenção à Saúde do Homem

Endereço: Centro de Saúde Escola Meireles  – Av. Antônio Justa, 3113 – Meireles, Fortaleza – CE, 60165-090
Telefone: (85) 3101-1446

Centro Regional Integrado de Oncologia/CRIO (Unacon com Serviço de Radioterapia)

Endereço: R. Francisco Calaça, 1300 – Álvaro Weyne, Fortaleza – CE, 60335-480
Telefone: (85) 3521-1515
Instituto de Câncer do Ceará (Cacon com serviço de Oncologia Pediátrica)

Hospital Cura D’ars/Beneficência Camiliana (Unacon)

Endereço: R. Costa Barros, 833 – 2º andar – Centro, Fortaleza – CE, 60160-280
Telefone: (85) 3464-7000

Hospital Distrital Dr. Fernandes Távora/ Instituto Clínico de Fortaleza (Unacon com serviço de Radioterapia)

Endereço: Av. Francisco Sá, 5445 – Álvaro Weyne, Fortaleza – CE, 60335-195
Telefone: (85) 3228-2555

Hospital Geral de Fortaleza/Secretaria de Estado de Saúde (Unacon com serviço de Hematologia)

Endereço: R. Ávila Goularte, 900 – Papicu, Fortaleza – CE, 60150-160
Telefone: (85) 3101-3209

Hospital Infantil Albert Sabin (Unacon exclusiva de Oncologia Pediátrica)

Endereço: R. Tertuliano Sáles, 544 – Vila Uniao, Fortaleza – CE, 60410-794
Telefone: (85) 3101-4200

Hospital da Irmandade Beneficente Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza (Unacon)

Endereço: Rua Barão do Rio Branco, s/n – Centro, Fortaleza – CE
Telefone: (85) 3455-9100

Hospital Universitário Walter Cantídio/UFC (Unacon com serviço de Hematologia) 

Endereço: R. Pastor Samuel Munguba, 1290 – Rodolfo Teófilo, Fortaleza – CE, 60430-372
Telefone: (85) 3366-8167




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: