Publicidade assembleia

Hospital realiza a primeira radiocirurgia do Ceará    

O método utilizado é menos invasivo e mais preciso na aplicação

20 de fevereiro de 2020
A Radiocirurgia é um procedimento não invasivo, que realiza a aplicação de feixes de radiação em uma região-alvo.

A Radiocirurgia é um procedimento não invasivo, que realiza a aplicação de feixes de radiação em uma região-alvo.

O Hospital Haroldo Juaçaba (HJ), pertencente ao grupo Instituto do Câncer do Ceará (ICC), realizou na última sexta-feira (16), em seu parque de Radioterapia, a primeira cirurgia de radiocirurgia em paciente do Ceará. O método representa uma verdadeira transformação em técnicas e em assertividade das intervenções, sendo menos invasivo e mais preciso na aplicação das doses, permitindo que o paciente não precise se deslocar para outros estados para realizar os tratamentos. A realização desta técnica impulsiona o HJ na vanguarda em tecnologia e investimento, trazendo para o Ceará técnicas padrão-ouro em Radioterapia.

> Como a doença celíaca pode afetar a fertilidade 

> Intolerância ao glúten: principais sintomas e tratamento

> Como a fertilidade de homens e mulheres é afetada pela alimentação

Radiocirurgia: segurança e alta tecnologia

A Radiocirurgia é um procedimento não invasivo, que realiza a aplicação de feixes de radiação em uma região-alvo, precisamente alcançada sem cortes, pontos, anestesia ou internação hospitalar, chegando a lugares muitas vezes inatingíveis pela cirurgia convencional. No Hospital Haroldo Juaçaba, a segurança da aplicação permite ainda que o paciente receba essa aplicação de modo ambulatorial, podendo o paciente retornar às suas atividades no mesmo dia ou no dia seguinte.

De acordo com o Superintendente Clínico do Hospital Haroldo Juaçaba, Dr. Reginaldo Costa, o investimento na atualização de equipamentos e de softwares do parque de Radioterapia do HJ tem o principal objetivo de trazer, além de resultados mais eficazes e seguros, mais conforto e longevidade ao paciente.  “Para dar este importante passo, capacitamos todo o nosso corpo clínico e assistencial, atualizando-os para um patamar de conhecimento ainda mais elevado. A primeira radiocirurgia foi um sucesso e com certeza um marco para a história do Grupo e para o sistema de saúde do Nordeste”, declarou.

O investimento feito pelo ICC na modernização do Parque de Radioterapia com novos softwares e aceleradores foi em torno de R$ 10 milhões e contou com a presença de profissionais vindos de outros países tanto para a instalação, quanto para a operacionalização dos instrumentos, que serão comandados a partir de agora pela equipe médica e multiprofissional do HJ.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: