Indaiá 3

Hipercalórico esportivo é a melhor opção para o seu objetivo?

O suplemento deve ser ingerido por quem possui um plano alimentar e pratica atividade física com frequência

14 de setembro de 2015
FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

Muito utilizados por quem deseja aumentar uns quilinhos, os hipercalóricos esportivos são categorizados como alimentos compensadores energéticos, usados como complemento de um plano alimentar de praticantes de atividade física. Mas será que eles são a melhor opção e realmente úteis em todos os casos?

Esse tipo de suplemento traz em sua composição alta carga calórica, composto por carboidratos, proteínas e, alternativamente, lipídios. Sua fórmula também pode ou não ser adicionada de vitaminas e minerais.

Porém, de acordo com a nutricionista Ticyana Falcão, de Fortaleza, seu consumo deve ser analisado com bastante criticidade. A oferta de hipercalóricos pode não ser uma estratégia eficaz para indivíduos que não tem um treino intenso ou não tem uma

FOTO: Divulgação

FOTO: Divulgação

alimentação já bastante calórica e adequada para determinado objetivo, podendo aumentar significativamente a quantidade de calorias ingeridas e levando a um consequente ganho de peso não tão saudável.

“O hipercalórico nunca vai ser melhor do que uma refeição composta por carboidrato complexo, proteína e gordura de qualidade. Ele deve ser consumido por pessoas que já seguem um plano alimentar. Caso não siga dieta, esqueça os suplementos. O principal sempre vai ser o treino e a dieta, a suplementação é super bem vinda quando necessária e bem orientada”, explica Ticyana.

Portanto, para aqueles que possuem dificuldade de ganhar alguns quilinhos para atingir seu peso ideal ou hipertrofiar (ganhar massa magra), não saia por aí comprando potes de hipercalórico. Vá com calma e procure um nutricionista para orientar sua alimentação e verificar a necessidade de uma suplementação alimentar.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: