São Luiz RioMar

Como lidar com o excesso de tecnologia na vida das crianças

Até que ponto a tecnologia pode ser ruim para o seu filho?

18 de abril de 2018

Como lidar com o excesso de tecnologia na vida das crianças

As crianças têm acesso a internet e smartphones de última geração cada vez mais cedo. Além de utilizar a internet para fonte de pesquisa para os trabalhos escolares, alguns colégios já trabalham com tablets em sala de aula, o que facilita a familiarização das crianças com a tecnologia, por exemplo.

De acordo com a psicóloga Thaís Moraes, o excesso de tecnologia pode causar às crianças muito mais do que um simples vício. “O uso indiscriminado da tecnologia pode trazer riscos para a saúde física, mental e social das crianças. Ansiedade e agressividade são queixas comuns trazidas à psicoterapia com frequência e são evidenciadas, por exemplo, quando a criança se encontra abstinente devido à utilização freqüente de dispositivos eletrônicos”.

Segundo uma pesquisa feita em 2014 pela AVG Technologies com crianças de 3 a 5 anos de idade, 66% conseguem usar jogos de computador, 47 % sabem como usar um smartphone, mas apenas 14% conseguem amarrar os sapatos sozinha. No Brasil, os resultados mostraram que 97% das crianças entre 6 e 9 anos usam a internet e 54% têm um perfil no facebook.

Para que a tecnologia não prejudique o desenvolvimento da criança, o ideal que os pais estabeleçam consensualmente com a criança regras e horários para a utilização dos aparelhos eletrônicos. “Os aparelhos tecnológicos ganham espaço na vida crianças em desenvolvimento e, as atividades lúdicas tradicionais, que possuem um grande papel para o desenvolvimento infantil, perdem espaço. Consequentemente, as relações interpessoais, a afetividade e a disciplina são prejudicadas”, alerta a psicóloga.

> Como lidar com as cólicas em recém-nascidos

> Refluxo em recém-nascidos tem solução

> Alimentação pode influenciar na fertilidade de mulheres e homens

> Como as mulheres diagnosticadas com câncer podem manter a fertilidade?

Brincadeira de criança!

Incentive seu filho a brincar ao ar livre! Atividades como amarelinha, pega-pega e esconde-esconde promovem uma maior socialização infantil e fazem com que a criança seja mais ativa, movimente seu corpo e se desenvolva de uma maneira mais saudável.

FIQUE ALERTA!

Sinais que podem indicar que a criança está ficando viciada em tecnologia:

Quando a criança opta frequentemente por tecnologia em situações de interação com a família e amigos.

Irritação e agressividade quando fica sem celular ou aparelhos eletrônicos com internet.

Quando as atividades básicas como banho e alimentação são prejudicadas por conta do uso excessivo do celular ou computador.

Falta de interesse em atividades fora do mundo virtual




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: