Banner Assembleia – Jan 2020

Dicas para grávidas que vão viajar de avião

viagens durante a gravidez costumam ser liberadas entre 14-28 semanas

27 de março de 2015

124954028grávida viagemTá grávida e vai viajar de avião? Fique atenta! A ginecologista e obstetra, Dra. Denise Vasconcelos, de Fortaleza, alerta para alguns cuidados que as gestantes tem que ter.

As viagens de avião durante a gravidez costumam ser liberadas entre 14-28 semanas aproximadamente, existe uma variação em relação às datas em cada companhia aérea. O primeiro e o último trimestre são os mais delicados. “No primeiro trimestre há um risco maior de abortamentos e a gestante encontra-se nauseada e indisposta, já no último trimestre além da barriga está bem grande e ser desconfortável, existe o risco de parto prematuro (bebê nascer antes do tempo)”,  alerta Dra. Denise. Normalmente as companhias tem uma certa restrição nesses dois períodos e exigem relatório do médico ou a presença dele no vôo. O relatório deve especificar data, trecho, tempo de vôo máximo permitido e data provável do parto, se o médico autorizar a viagem, deve emitir um atestado no máximo 48 horas antes do embarque. No geral, não é permitido o embarque (em hipótese alguma) a partir de 10 dias antes da data provável do nascimento da criança. Nessas duas situações ainda não se sabe a real interferência da despressurização da cabine de vôo e da restrição de oxigênio sobre o processo.

Cuidados básicos:
– Não passar mais de 3 horas sem comer
– Beber bastante água
– Viajar com sapatos confortáveis e antiderrapantes para evitar quedas
– Usar roupas leves e confortáveis
– Levantar e caminhar um pouco no avião
– Não prender a urina por longos períodos, as grávidas já tem uma tendência a ter infecção urinária
– Usar meias compressivas durante o vôo, ajuda a evitar inchaços nas pernas e pés

A Alyne do Vale, administradora e blogger, grávida de gêmeos viajou com 19 semanas para fazer o enxoval dos bebês em Orlando. Tomou os cuidados necessários (tirando só um detalhe, as meias!) e foi bem orientada pelo médico. Ela é sempre muito cuidadosa, mas dessa vez com a correria acabou esquecendo de um detalhe que fez falta. “Na correria de fazer as malas esqueci de separar as meias de compressão e só achei um pé. Ainda na metade da viagem de volta meus pés e pernas estavam roxos e inchados. Fiquei superassustada e vou adotar a meia pelo resto da gravidez. Meu médico recomendou fortemente, eu não segui, nunca tinha passado por isso”, diz Alyne.

pés inchados

Alyne ficou assustada quando viu os pés e pernas tão inchados (Foto: instagram)

 

 

 

Apesar desse pequeno descuido deu tudo certo, ela teve uma viagem tranquila, curtiu tudo e trouxe muitas coisinhas lindas para os pacotinhos (como ela chama os bebês, que já nasceram!).

 

 

 

 

 

Se você está programando uma viagem o ideal é conversar com seu obstetra para que ele oriente sobre a melhor época para isso e os cuidados mais específicos, de acordo com a sua gravidez.

 

Colaboração
Dra. Denise Vasconcelos
Ginecologista e Obstetra

Serviço:
Clínica Dra. Denise Vasconcelos
Rua José Vilar, 1541, Meireles
Contato: (85) 3262.2353




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: