Banner Assembleia – Jan 2020

Hospital Estadual Leonardo Da Vinci dobra capacidade de oxigênio

O objetivo é reforçar a margem de segurança aos pacientes

3 de março de 2021

Hospital Estadual Leonardo Da Vinci dobrou a capacidade de oxigênio para a atender a demanda de casos de COVID-19.

O compartimento usado para armazenar o gás, que antes era de 9.780 m3, passou para 19.200 m3.

> Ceará tem o primeiro laboratório com protocolo internacional para diagnóstico de leucemia 

A substituição garante que a autonomia de oxigênio do Hospital passe de 42 horas para 78 horas, em média, até o seu reabastecimento, que ocorre sempre quando o nível da carga chega à metade do cilindro. A autonomia já considera os novos leitos da unidade.

> Hospital cearense implanta calculadora de Dose Terapêutica em UTI Neonatal

O objetivo é reforçar a margem de segurança aos pacientes, tendo em vista a ampliação de leitos, incluindo as novas 20 UTIs Covid.

A operação contou com o apoio de agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) que viabilizou o tráfego no entorno do hospital para o deslocamento dos veículos pesados utilizados na troca dos cilindros.

*Vídeos / imagens e informações de André Pinheiro.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: