publicidade AMC setembro 04/09

Especialista reforça cuidados essenciais no pós-operatório

Assegurar uma boa recuperação é vital para o bem-estar do paciente

22 de abril de 2024

O pós-operatório é uma etapa fundamental para o sucesso de qualquer procedimento cirúrgico. É nesse período que o corpo se recupera da intervenção, cicatriza os tecidos e se restabelece. Para garantir uma recuperação segura, tranquila e com melhores resultados, os cuidados durante este momento são de extrema importância.

“Negligenciar os cuidados no pós-operatório coloca em risco a saúde do paciente e compromete o sucesso da cirurgia. A falta de acompanhamento adequado pode acarretar diversas complicações, ocasionando até risco de vida”, explica Jéssica Ramalho, diretora de uma franquia de cuidadores especializados. A profissional explica que o indivíduo se torna suscetível a infecções, rompimento de suturas e formação de coágulos, condições que podem ser evitadas com o tratamento correto.

Nesse contexto, a assistência profissional especializada de cuidadores, por exemplo, se destaca como uma opção válida e recomendada. Eles são treinados para fornecer o suporte necessário aos pacientes durante o pós-operatório, oferecendo diversos benefícios que contribuem para uma recuperação mais rápida, eficaz e confortável.

Para além deste auxílio, existem medidas que podem ser tomadas para acelerar o processo de melhora. Confira as principais.

Repouso é prioridade

O paciente deve seguir as orientações médicas quanto ao tempo de repouso necessário, que varia de acordo com o tipo de procedimento realizado. Durante esse período, é fundamental evitar atividades físicas ou esforços que possam comprometer a cicatrização.

Alimentação balanceada

Uma dieta rica em proteínas, vitaminas e minerais é essencial para fornecer ao corpo os nutrientes necessários para a recuperação. O paciente deve beber bastante água para se manter hidratado e seguir as orientações do médico sobre a alimentação adequada.

Cuidados com a ferida

A ferida cirúrgica deve ser mantida limpa e seca, seguindo as instruções do médico. O paciente deve fazer os curativos conforme orientado, podendo contar com ajuda profissional de um cuidador, além de utilizar antissépticos quando necessário.

Além disso, a observação diária da região em busca de sinais de infecção, como vermelhidão, inchaço, pus ou febre, é fundamental.

Apoio emocional é vital

Buscar suporte de familiares, amigos ou um psicólogo para lidar com as emoções e preocupações do pós-operatório é uma etapa importante para o processo de melhora. Conversar com pessoas que já passaram por cirurgias semelhantes também é uma opção que pode ser de grande ajuda na recuperação.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:




LEIA MAIS:




COMENTE: