SEGOV ABRIL 2022

Conjuntivites virais podem aumentar na temporada dos ventos

Consulte um oftalmologista quando apresentar sintomas

21 de julho de 2022

Lave as mãos e evite coçar os olhos. (Foto: Canva Pro).

A temporada dos ventos, que dura de julho até dezembro, está com tudo no Ceará. Além do clima ficar mais ventilado e as temperaturas serem mais amenas no período do noite, o período de ventos fortes nesse período propicia o aumento da incidência dos casos de conjuntivites. Isso acontece pela relativa redução na umidade do ar e o aumento dos ventos, responsável por aumentar o número de partículas suspensas no ar.

> Especialistas alertam sobre os perigos do uso de cigarros eletrônicos

O médico oftalmologista Giuliano Veras alerta sobre como prevenir esses processos alérgicos, quais são os tipos de conjuntivites mais comuns nessa época do ano. “A conjuntivite, na maioria dos casos, é infecciosa e pode ser resolvida sem a necessidade de antibióticos, com cuidados simples. Há também a conjuntivite viral, que está muito atrelada aos quadros gripais. De modo geral, a recomendação é não ficar manipulando os olhos, para evitar levar micro-organismos ou infecções”, explica.

> Endometriose: entenda os principais aspectos da doença

O profissional também alerta sobre a importância de consultar um oftalmologista para identificar o tipo de doença e fazer o tratamento adequado. “O grau de inflamação que uma conjuntivite provoca nos olhos pode levar a sequelas, e a avaliação de um especialista é primordial para o acompanhamento da doença”, finaliza o doutor Veras.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:




LEIA MAIS:




COMENTE: