BANNER SEGOV CAPACITA 26 DE JULHO 2023

Benefícios do sono: como o colchão pode influenciar diretamente na sua qualidade

Confira dicas para escolher um bom colchão

4 de outubro de 2023

Considerado um dos pilares fundamentais para a saúde e o bem-estar, o sono vai muito além do que um simples descanso. E para garantir que esse período seja de qualidade – o que é essencial para que se cumpram todos os seus benefícios – muitos fatores devem ser levados em conta, tanto em aspectos que envolvam as práticas de higiene do sono, quanto em termos de ambiente e conforto, como é o caso do colchão. De acordo com Vanessa Ferraz, head de e-commerce de uma loja especializada em colchões, a escolha do colchão adequado pode influenciar de várias maneiras em um sono reparador.

> Alunos de medicina realizam atendimentos de romeiros em Canindé

“O melhor colchão é aquele que atende as preferências e necessidades de cada um. No entanto, ele deve garantir o conforto e o relaxamento de várias formas, oferecendo o suporte adequado à coluna, reduzindo os pontos de pressão em áreas como ombros, quadris e joelhos, e isolando os movimentos, no caso dos que dormem com seus parceiros. Sentir constantemente desconforto, cansaço e dores ao acordar pode ser um sinal de que seu colchão não esteja em boas condições”, explica a especialista.

Os benefícios do sono

Aliado a uma dieta adequada e à prática de exercícios, o sono desempenha diversas funções, como a restauração e reparo do organismo e seu sistema imunológico, a consolidação da memória, o equilíbrio emocional, o desempenho físico e mental, a boa saúde cardiovascular e a regulação do peso corporal. Portanto, investir na qualidade do sono tem reflexo direto na qualidade de vida.

> Estão abertas as inscrições para o Vestibular Unificado de Medicina IDOMED Vest 2024.1

Segundo o fisioterapeuta Mauri Oliveira Brito Júnior, o ato de dormir deve levar em conta inúmeras ações, como as que fazem parte da higiene do sono. Mas quando não nos atentamos ao nosso ambiente e ao nosso conforto, esse tempo de qualidade pode estar comprometido. “Pessoas com uma rotina agitada, por exemplo, podem optar por colchões revestidos com tecnologias como as dos fios de carbono, que ajudam a dissipar a energia estática do corpo, contribuindo para a recuperação física e a redução dos níveis de stress”, destaca o profissional.

Como escolher o colchão ideal

Diante de tantas opções, a escolha do colchão ideal pode ser um desafio. Mas segundo a especialista Vanessa Ferraz, levar em conta alguns pontos como o tamanho, densidade, tipo de conforto e as certificações de qualidade, pode ajudar neste processo e contribuir para que as noites de sono sejam cada vez mais revigorantes e melhor aproveitadas.

“Aos que dormem acompanhados, os colchões de tamanho queen e king são os mais indicados, por serem mais espaçosos. Quanto à densidade, deve se levar em conta o peso e a altura das pessoas que irão utilizar o colchão. Quem pesa entre 70 e 100 quilos, por exemplo, deve procurar por um colchão com densidade a partir de 33. Sobre o tipo de conforto, existem desde os colchões de nível macio para os que gostam da sensação de dormir nas nuvens, até o nível intermediário, que alia alto nível de conforto e sustentação ideal para a coluna, e as opções mais firmes e extrafirmes, como os ortopédicos”, aponta Vanessa.

Ainda de acordo com a especialista, ao escolher um colchão, avaliar os selos de certificação é extremamente importante. Além do INMETRO, uma certificação obrigatória aos colchões comercializados no Brasil, Vanessa destaca o selo do INER (Instituto Nacional de Estudos do Repouso), o único selo pró-espuma que atualmente tem sob sua chancela apenas seis fabricantes – entre elas a BF Colchões – em todo o país.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:




LEIA MAIS:




COMENTE: