Banner SESI

A influência da vitamina B12 na saúde do corpo e da mente

Como esse nutriente pouco monitorado durante o check-up anual pode influenciar no bem-estar de forma direta

17 de novembro de 2023

A vitamina B12, uma molécula vital para o funcionamento adequado de nosso corpo, tem sido alvo de estudos e discussões no campo da nutrição e medicina. Seu papel na formação de glóbulos vermelhos, posiciona esse nutriente como indispensável para o funcionamento do organismo.

Alessandra Feltre, Head de nutrição da Puravida, avalia os possíveis sintomas decorrentes da deficiência dessa vitamina. “A deficiência de vitamina B12 pode ser mais do que apenas um desequilíbrio nutricional, é um problema de saúde mental. Estamos falando de sintomas como depressão, cefaleias e outras alterações psiquiátricas que podem impactar significativamente a qualidade de vida das pessoas”, afirma.

A depressão, um dos males do século, possui diversas origens e causas, mas a deficiência de B12 é uma das que podem ser mais facilmente corrigidas. Alessandra comenta sobre esse fator.

“É intrigante pensar que algo tão simples como garantir os níveis adequados de B12 pode ser uma chave para aliviar os sintomas depressivos em muitas pessoas. Ela é fundamental na formação da serotonina, um neurotransmissor vital para regular nosso humor”, completa.

Além da depressão, a cefaleia, embora menos específica, tem sido associada à deficiência do nutriente. “Muitas vezes, o paciente descreve uma sensação persistente de cabeça pesada ou frequentes. Esse quadro pode ser melhorado com a otimização dos níveis de B12”, destaca Alessandra Feltre.

Outras alterações psiquiátricas, como confusão mental, irritabilidade e até mesmo alterações de memória, são expressões de que o sistema nervoso pode estar sofrendo com a falta desse nutriente.

“As bainhas de mielina, que protege nossos neurônios, são extremamente dependentes da vitamina B12. Quando comprometidos, pode surgir uma série de sintomas imunológicos”, alerta a nutricionista.

No entanto, Alessandra Feltre é otimista quanto à prevenção e tratamento. “O importante é reconhecer os sinais. Uma abordagem alimentar equilibrada, e se necessária, a suplementação, pode fazer toda a diferença. A saúde começa com o que colocamos em nossos corpos, e a B12 é, sem dúvida, uma das estrelas dessa jornada”, completa.

Além da saúde mental, o nutriente está ligado com o aumento da disposição. Pacientes relataram cansaço, sensação de fadiga, desânimo e sonolência podem conversar com um médico ou nutricionista sobre a possibilidade de suplementar essa vitamina para melhorar o quadro. Além disso, se esse for o caso, o profissional também dará instruções sobre mudanças comportamentais e alimentares para melhorar a absorção dessas vitaminas no organismo.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:




LEIA MAIS:




COMENTE: