Banner São Luiz – Miguel Dias

Saúde da pele: cuidados essenciais para garantir um bronze saudável

Protetor solar é indispensável

29 de julho de 2019
Pele saudável: aplicar protetor solar diariamente, usar chapéus e camisas de manga comprida com proteção para raios UV quando exposto ao sol de forma excessiva e consultar regularmente (ao menos uma vez por ano) o dermatologista para um exame completo são hábitos necessários. (Foto: Banco de Dados)

Pele saudável: aplicar protetor solar diariamente, usar chapéus e camisas com proteção para raios UV quando exposto ao sol de forma excessiva e consultar regularmente (ao menos uma vez por ano) o dermatologista são hábitos necessários. (Foto: Banco de Dados)

Os cuidados com a pele devem ser prioridade no ano todo. E durante o verão é preciso ter atenção dobrada. A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) aponta que é justamente nesta época que a radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando o risco de queimaduras, câncer da pele e outros problemas. 

> Acne: prevenção e os principais tratamentos
> Técnica de bronzeamento natural é aposta para o verão
> Botox é usado para controlar transpiração excessiva

A preocupação é ainda mais pertinente sabendo que o câncer de pele é hoje o tipo mais comum em todo o mundo. A cada ano cerca de 180 mil novos casos são registrados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA). 

Segundo um estudo feito pelo Observatório de Oncologia, junto ao movimento Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), entre as 516 cidades onde o câncer de pele mais mata no Brasil, 80% ficam nas regiões Sul e Sudeste; 9% no Nordeste; 7% no Centro-Oeste e 4%, na Norte.

Cuidados que se tornam hábitos 

As precauções para manter a pele saudável baseiam-se em atitudes simples que devem se tornar hábitos. São estas aplicar protetor solar diariamente, usar chapéus e camisas de manga comprida com proteção para raios UV quando exposto ao sol de forma excessiva e consultar regularmente (ao menos uma vez por ano) o dermatologista para um exame completo, por exemplo. 

Segundo a médica dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Silvia Helena Rodrigues (CRM: 6742 / RQE: 2710), o protetor solar ainda é um dos principais fatores para manter a saúde da pele. “O horário visto como mais seguro, em relação ao risco de câncer de pele, é antes das 9h da manhã ou depois das 15h. A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza utilizar o protetor solar fator 30. Para pessoas de pele mais clara, que já tiveram o câncer de pele ou que tem muitas manchas, o ideal é que seja aplicado a proteção em fatores mais altos”, explica. 

Pele saudável: hidratação é fundamental 

Manter-se hidratado é sempre importante, principalmente em épocas de temperaturas mais quentes. Segundo a SBD, o ideal é aumentar a ingestão de líquidos no verão. Muita água, sucos naturais de frutas e água de coco são boas pedidas para garantir pele e organismo saudáveis. Além disso, a entidade alerta para o uso de hidratantes corporais, pois ajudam a manter a quantidade adequada de água na pele.

> Pés, joelhos e calcanhares merecem atenção na hidratação

Escolhendo o protetor solar 

Antes de escolher seu protetor solar, é preciso atentar-se para algumas características que influenciam no efeito do produto. As dicas essenciais são:

  • Verificar o Fator de Proteção Solar (FPS)
  • Nível de proteção em relação aos raios UVA
  • Resistente ou não à água
  • Valor do PPD (Persistent Pigment Darkening) que mede a proteção UVA deve ser sempre no mínimo metade do valor FPS
Cada pele e idade precisam de uma proteção específica. Consulte o dermatologista.  (Foto: Banco de Dados)

Cada pele e idade precisam de uma proteção específica. Consulte o dermatologista.  (Foto: Banco de Dados)

Crianças possuem peles mais sensíveis ao sol e por isso devem receber mais atenção. No entanto, segundo a dermatologista o protetor solar adequado deve ser o infantil em específico. O produto só é indicado para bebês a partir dos seis meses de idade. “Uma alternativa mais prática para as mamães é o uso de roupas com filtro solar, que vêm nas alternativas de blusas de malha de mangas compridas, e também chapéus, bonés. Na área coberta pela roupa não é necessário passar o protetor solar”, indica Sílvia. 

Além disso, a fórmula (gel, creme, loção, spray, bastão) também deve ser considerada. Além de proteger dos raios solares, o tipo correto para cada pele pode ajudar na prevenção de acne e oleosidade comuns.

Atenção: cada pele e idade precisam de uma proteção específica. Consulte o dermatologista. 

Raios UVA x UVB 

Bochechas rosadas são o efeito dos raios UVB, que atingem apenas a camada superficial da pele. Já os raios UVA são responsáveis pelo efeito bronzeado na pele, que apesar de desejado, pode ser um perigo. Por atingirem uma camada mais profunda da pele, quando em excesso, os raios UVA podem causar câncer, além de envelhecimento precoce e manchas permanentes na pele.

Tratamentos para uma pele saudável 
Estética aliada à saúde da pele. A dermatologista Silvia Helena Rodrigues elencou algumas das principais técnicas disponíveis. (Foto: Instagram)

Estética aliada à saúde da pele. A dermatologista Silvia Helena Rodrigues elencou algumas das principais técnicas disponíveis. (Foto: Instagram)

As tecnologias do mercado oferecem tratamentos estéticos variados para cada necessidade. Peelings, laser, radiofrequência, preenchimento com ácido hialurônico, bioestimuladores de colágeno, entre outros. A dermatologista Silvia Helena Rodrigues elencou algumas das principais técnicas disponíveis: 

Peelings 

Os peelings mais utilizados são os peelings químicos, que promovem renovação celular, ajudam a remover manchas e ruguinhas finas. São aplicados na pele, topicamente, permanecem por duas até oito horas, dependendo da finalidade e da substância indicada. Já os peelings físicos, como o de diamante e cristal, causam uma exfoliação imediata e são muito usados após limpeza de pele e antes da aplicação de peelings e produtos rejuvenescedores. explica. 

Laser 

Os laser mais utilizados são o de CO2 fracionado, o fracionado não ablativo que também promovem uma renovação celular e estímulo de colágeno em camadas mais profundas que os peelings. Os preenchedores mais utilizados são os de ácido hialurônico e utilizamos principalmente para preencher rugas finas ou profundas e repor volumes na face, que são perdidos com o passar do tempo. 

Colágeno

Os bioestimuladores de colágeno são substâncias que são injetadas na derme e subcutâneo e promovem a longo prazo, o que chamamos de “poupança de colágeno”. Nada mais é do que uma produção aumentada de colágeno na pele.

Ultrassom e radiofrequência 

Ainda temos as tecnologias como o ultrassom microfocado e a radiofrequência que agem estimulando colágeno e promovendo contração das camadas mais profundas. O ultrassom microfocado atinge até a fáscia muscular. A radiofrequência vai até o tecido subcutâneo, estimulando colágeno e regenerando tecidos nessa área, com melhora da flacidez.

Por que evitar o bronzeamento artificial? 

Segundo a dermatologista, o uso de bronzeadores está contraindicado, a não ser os autobronzeadores em formas de cremes e sprays.  “Uma alternativa é o bronzeamento a jato. Que dura menos tempo, mas não tem necessidade de exposição ao sol. E hoje apresenta alternativas bem próximas ao resultado do bronzeado ao sol”, aponta. 

Os problemas podem ser, inclusive, desencadeadores de doenças graves, como o câncer de pele.“Os famosos “bronzeados na laje” são contra-indicados, pois apesar de usarem aceleradores do bronzeamento, ainda assim há a necessidade de exposição direta ao sol, o que irá promover danos a longo e curto prazo”, garante Silvia.

Bronze natural e saudável 

Alguns alimentos, além de ajudar na prevenção aos danos que o sol causa à pele, podem garantir um bronzeado natural e mais saudável. 

Segundo a dermatologista, alimentos ricos em betacaroteno e licopeno, como a cenoura, o mamão, aceleram e prolongam o processo de bronzeamento, agem como filtros solares orais e ainda estimulam o efeito glow na pele.  “A orientação é iniciar o uso no mínimo duas semanas antes da exposição solar para um bronzeado mais rápido e duradouro. Outra dica também é o uso de nutracêuticos contendo essas substâncias em maior quantidade. Temos algumas alternativas no mercado”, indica a dermatologista.  

> 8 alimentos para ter uma pele perfeita

Além disso, os carotenóides refletem parcialmente os raios UV, ajudam a combater os radicais livres e oxidam garantindo o aspecto dourado da pele. “Sempre lembrar de bronzear gradualmente, com uma exposição solar mais curta e diária, e sempre nos horários mais seguros: das 7:00 às 9:00 e depois das 15:00”, alerta a médica. 

Receita de suco de betacaroteno

Receita de suco para um bronze saudável. (Foto: Banco de Dados)

Receita de suco para um bronze saudável. (Foto: Banco de Dados)

Ingredientes:

  • Esprema o suco de 3 laranjas
  • 1/2 unidade de beterraba
  • 1/2 unidade de cenoura
  • 1/2 unidade de manga
  • Gelo

Modo de preparo: Bata tudo junto no liquidificador e beba em seguida sem coar.

 

 

Atenção: A ingestão dos sucos não dispensa o uso adequado de protetor solar! 




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: