Prefeitura agosto

Hospital das Clínicas e entidades realizam mutirão de prevenção e controle das doenças da tireoide

Hipertireoidismo e Hipotireoidismo

3 de junho de 2016

imagesA tireoide é a gasolina do corpo. Age estimulando o funcionamento e diversas funções nos diferentes órgãos. Portanto, ela estimula o metabolismo e o gasto energético. Devido à presença cada vez mais comum de doenças relacionadas a essa glândula e à dificuldade de acesso da população a um especialista da área, foi instituído o dia Internacional da Tireoide (25/05). Com o objetivo de colaborar no esclarecimento e no atendimento à população, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Ceará (SBEM-CE) e a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço – Regional Ceará (SBCCP-CE), em parceria com o Hospital das Clínicas (Hospital Universitário Walter Cantídio), estão realizando uma série de atividades no mês de junho.

Atendimento gratuito

No próximo sábado, dia 4 de junho, os especialistas ligados ao hospital e a essas entidades vão realizar um mutirão para atendimento à população de casos suspeitos de doenças tireoidianas. O mutirão vai acontecer em dois pontos de Fortaleza:

1- Praça Murilo Borges, no Centro da Capital

2- North Shopping Jóquei. Na praça, o atendimento será das 8h às 11h30, já no shopping, das 14h às 18h.

Serão ofertadas cortesias de exames de sangue, ultrassonografia e punção de tireoide para aqueles casos que, durante a avaliação, sejam julgados necessários. Entre os dias 30 de julho e 6 de agosto, das 7h30 às 11h30, os organizadores do evento planejam receber os pacientes atendidos no mutirão no Centro Integrado de Hipertensão e Diabetes (CIHD), com posterior encaminhamento para o serviço de saúde adequado e seguimento adequado dos casos. 

Hipotireoidismo: descobrir, controlar e reverter

> Hipotireoidismo e o ganho de peso

Principais problemas relacionados à tireoide: Por que ocorrem?

De acordo com o Departamento de Tireoide da SBEM Nacional, a tireoide pode ter alteração funcional ou anatômica. A alteração anatômica pode ser pela presença de nódulos (bócio uninodular ou multinodular) ou pelo crescimento uniforme da glândula (bócio difuso). O bócio, chamado popularmente de papo, significa qualquer aumento da tireoide, seja de forma difusa ou nodular. O bócio difuso pode ocorrer nas disfunções tireoidianas ou quando há deficiência de iodo, também chamado de bócio endêmico. O bócio endêmico é mais raro no Brasil, devido à inclusão do iodo no sal de cozinha há mais de uma década.

Os nódulos são detectados por meio do exame clínico, ou seja, pela palpação do pescoço, em 4% a 7% da população, sendo que 95% dos casos são benignos. No caso dos malignos, os pacientes são submetidos à tireodectomia (retirada da glândula) e reposição hormonal. Felizmente, a grande maioria dos casos de câncer de tireoide tem um prognóstico excelente quando manejados de forma adequada.

Hipertireoidismo e Hipotireoidismo

A tireoide pode ter dois tipos de disfunção. O hipotireoidismo, quando funciona menos do que o necessário, e o hipertireoidismo, quando a glândula funciona mais do que deveria. Tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo são doenças autoimunes. O indivíduo produz anticorpos contra a própria tireoide, bloqueando ou estimulando o seu funcionamento. O hipotireoidismo é a alteração mais frequente da tireoide, sua prevalência em mulheres ocorre em torno de 10%, aumenta no período da menopausa – ficando em torno de 12% a 15% nessa fase. Em homens, a prevalência, bem menos frequente, é em torno de 3%.

Serviço:
Mutirão para atendimento à população de casos suspeitos de doenças tireoidianas
Data: sábado, 4/6.
Local e horário: Das 8h às 11h30, na Praça Murilo Borges, no Centro de Fortaleza (onde fica a Justiça Federal no Ceará) | Das 14h às 18h, no North Shopping Jóquei




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: