Assembleia novembro

Hospital Albert Sabin realiza cirurgia de redução da espasticidade

Procedimento era feito somente na rede privada de saúde

20 de outubro de 2020
cirurgia

Cirurgia tem como objetivo reduzir a condição provoca músculos rígidos devido a lesões cerebrais. Foto: Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa)

A diminuição de casos de Covid-19 no Estado do Ceará permitiu a volta das cirurgias eletivas. Com isso, a cirurgia para reduzir a espasticidade, distúrbio de controle muscular em decorrência de lesões cerebrais, passou a ser oferecida pelo Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza. O procedimento passou a ser oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde agosto. Antes era realizado apenas na rede privada.

> E-book aborda sobre cérebro infantil e neurocirurgia pediátrica

A cirurgia oferecida de forma gratuita pelo SUS no Ceará representa esperança para as crianças com limitações nervosas, pois o procedimento permite mais qualidade de vida para os pacientes e família.

> Outubro Rosa: amamentar reduz risco de câncer de mama

Segundo o neurocirurgião do Hospital, Dr. Eduardo Jucá, a espasticidade pode ser causada por paralisia cerebral, traumatismo craniano ou medular ou outros transtornos que afetam o cérebro em desenvolvimento. Assim, a criança pode ficar impossibilitada de andar e causar deformidades ósseas, comprometendo coordenação motora, postura, equilíbrio do corpo e dores frequentes.

> Depressão na gestação e pós-parto exige cuidados e rede de apoio

O especialista avalia, portanto, que a disponibilidade pública da cirurgia é um fator positivo para melhorar a qualidade de vida das crianças e das famílias. “Essa realidade representa um grande avanço na vida de crianças com problemas motores, que resultam de lesão do sistema nervoso central. Sem dúvidas é uma satisfação podermos oferecer também no SUS, ao alcance de todos, esse tipo de procedimento”, afirma.




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: