Banner animado assembleia abril

[Covid-19] 5 dicas importantes para manter a saúde da sua gestação

Cuidado e prevenção ainda são necessários mesmo com o retorno gradual às atividades

5 de junho de 2020

Preocupações durante a gravidez, principalmente em tempos de pandemia por Covid-19, são bastante comuns. Devido a isso, de acordo com a médica especialista em medicina reprodutiva e diretora da Fertibaby, dra. Lilian Serio, alguns cuidados são fundamentais para manter a saúde da mãe e do bebê.

> Grávidas e coronavírus: como se proteger?
> Coronavírus: cuidados com higiene devem ser reforçados durante amamentação

Segundo a especialista, “é preciso entender que em toda gravidez é normal se sentir preocupada. O que não pode se deixar levar por esses sentimentos”. A médica aconselha, também, manter o equilíbrio entre a mente e o corpo, praticar exercícios e estar sempre bem informada.

É fundamental que, mesmo com o retorno gradativo à normalidade na pós-pandemia, a gestante permaneça com a rotina de cuidados. “É preciso entender que esse retorno à normalidade não quer dizer que a grávida esteja liberada de cuidados importantes para garantir a segurança da gestação”, lembra o médico especialista em medicina reprodutiva e diretor da Fertibaby, Dr. Daniel Diógenes.

Ele reforça que Ministério da Saúde incluiu as grávidas que estejam no último trimestre da gestação e puérperas no grupo de risco da Covid-19. “O retorno gradativo não significa que o vírus deixou de circular, mas que estamos começando a ensaiar a volta à vida normal. É preciso estar atenta”, completa.

Por isso, os especialistas reforçam cinco cuidados principais que devem ser tomados pelas gestantes e também pelas pessoas que estão próximas a elas.

  • Isolamento – Assim como o isolamento pelo qual passamos nos últimos dois meses, é preciso ainda ficar atento a quem está convivendo com a gestante. O retorno às atividades não quer dizer necessariamente que as visitas à futura mamãe estão liberadas. O vírus ainda continua circulando e é preciso cuidado com quem se mantém contato.
  • Higienização pessoal e do material que chega em casa – Se o vírus continua circulando, então continuam sendo necessários a higienização das mãos com água e sabão, a higienização das encomendas e compras do supermercado e o cuidado com a lavagem das roupas de quem precisou sair e voltou para casa.
  • Higienização com o álcool – Precisou sair? Leve um frasco com álcool em gel para garantir mais segurança na higienização.
  • Uso obrigatório da máscara – independente se é lei ou não, o uso da máscara ajuda a proteger, principalmente quando se está em um ambiente que não é a sua casa. O vírus pode ser transmitido por gotículas de saliva, espirro, tosse entre outras formas, e a máscara ajuda a prevenir.
  • Pré-natal regular – Essa dica é uma das mais importantes. O pré-natal é fundamental para acompanhar a saúde da gestante e do bebê. No último trimestre da gestação se torna ainda mais fundamental já que esse período é um dos mais delicados, principalmente se a gestante contrair a doença. Por isso é preciso acompanhamento médico, realizar todos os exames necessários e assim garantir uma gestação ainda mais segura e saudável.



QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: