Banner São Luiz – Miguel Dias

Exame detecta Alzheimer 5 anos antes dos primeiros sintomas

Em Fortaleza, o resultado é entregue em até 12 horas

21 de setembro de 2019
Alzheimer: A ressonância por neuroquantificação, exame pioneiro no Norte-Nordeste, pode ser feita em Fortaleza na clínica UDI Uniclinic Diagnóstico por Imagem (UDI). (Foto: Banco de Dados)

Alzheimer: A ressonância por neuroquantificação, exame pioneiro no Norte-Nordeste, pode ser feita em Fortaleza na clínica UDI Uniclinic Diagnóstico por Imagem (UDI). (Foto: Banco de Dados)

Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que atinge cerca de 35 milhões de pessoas ao redor do mundo, sendo responsável por 70% dos casos de demência. No Dia Nacional de Conscientização da Pessoa com Alzheimer, celebrado em 21 de setembro, os dados apontados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) alertam para a necessidade urgente de buscar alternativas para prevenir e retardar os efeitos quem a desenvolve.

> Cientistas brasileiros desenvolvem pesquisa para prevenção do Alzheimer
> Óculos escuros: escolha certa é essencial para manter a saúde dos olhos 
> Síndrome Metabólica: a consequência dos excessos
> Bio Mundo e CVV firmam parceria em prol da prevenção do suicídio

Saber com exatidão a causa do Alzheimer ainda é um desafio para a medicina. A enfermidade compromete capacidades como memória, orientação e raciocínio. O estilo de vida é um fator que influencia diretamente no aparecimento da doença. De acordo com o médico neurorradiologista Pablo Coimbra, o surgimento da doença está relacionado à “idade, histórico familiar, sedentarismo, alimentação ruim, colesterol alto e hipertensão”.

Sintomas de alerta

Segundo o Ministério da Saúde, os sintomas que servem de alerta para o Alzheimer são a perda de memória recente, dificuldade para acompanhar conversações ou pensamentos complexos, incapacidade de elaborar estratégias para resolver problemas. Além disso, dificuldade para dirigir, irritabilidade, suspeição injustificada, agressividade, passividade. Ainda podem ser consideradas interpretações erradas de estímulos visuais ou auditivos e tendência ao isolamento.

Software “Neuroquanti”

Com a ressonância por neuroquantificação, exame pioneiro no Norte-Nordeste, já é possível detectar com 5 anos de antecedência o surgimento de sintomas reais do Alzheimer.

Em Fortaleza, por enquanto, o exame só é feito na clínica particular UDI Uniclinic Diagnóstico por Imagem (UDI). “É o mesmo processo da ressonância magnética, porém utilizando o software neuroquanti. O exame capta imagens, calcula o volume do cérebro, e através do software, detecta uma atrofia no córtex entorrinal, indicativo mais precoce de Alzheimer”, explica Pablo. 

Passo a passo para o exame

Antes de fazer a ressonância, é necessário possuir justificativa médica. “Após o contato com o neurorradiologista, o indicativo para realizar o exame é para pessoas acima de 55 anos ou que, mesmo com menos idade, possua esquecimentos leves recorrentes”, esclarece Pablo. Segundo o médico, o resultado é entregue aos pacientes em até 12 horas após feito o exame. 

Cuidado constante

Quando há a possibilidade de detectar com antecedência o surgimento do Alzheimer, o exame torna-se um grande alerta para a saúde. “Quando o Alzheimer é detectado, a preocupação é retardar o máximo a doença. Para quem já apresenta o esquecimento leve, entram os farmacológicos no tratamento. Contudo, o tratamento não farmacológico, no caso, a mudança no estilo de vida, também é fundamental. Praticar exercícios regularmente, prezar por uma alimentação mais saudável, manter a mente sempre ativa e, em casos de fumantes, parar de fumar, são hábitos que podem retardar e, por vezes, até mesmo reverter o quadro de predisposição, prevenindo a doença”, reforça Pablo.

Segundo o Ministério da Saúde, os sintomas que servem de alerta para o Alzheimer são a perda de memória recente, dificuldade para acompanhar conversações ou pensamentos complexos, incapacidade de elaborar estratégias para resolver problemas, dificuldade para dirigir automóvel e encontrar caminhos conhecidos, irritabilidade, suspeição injustificada, agressividade, passividade, interpretações erradas de estímulos visuais ou auditivos e tendência ao isolamento.

Serviço

Clínica UDI
Endereço: R. Eusébio de Souza, 373 – José Bonifacio, Fortaleza – CE
Telefone: (85) 3032-2927




QUEM LEU ISSO TAMBÉM LEU:







COMENTE: